24 de abril de 2013

O que o dinheiro não compra | What money doesn't buy

De nada te serve o banho demorado da manhã, o hidratante de cheiro apetecível, a maquilhagem de griffe, a roupa de marca, o cabelo penteado pelos melhores cabeleireiros, uma casa na praia, outra na cidade, conduzir o último modelo da marca automóvel de topo, jantar fora nos melhores restaurantes, ir às compras à Avenue de Montagne em Paris, comprar uns Louboutin pelo 18º aniversário da tua filha ou matricular o mais pequeno nos melhores colégios privados, se dizes coisas como “ele vai vir”, e nem sequer lavas as mãos quando vais ao quarto-de-banho.

There’s no point taking a long morning bath; using a moisturizer with a desirable smell, expensive make-up and best brand clothes; going to the best hairdressers; having a house on the beach, another one in the city; driving the latest model of the top auto trademark; dining out at top restaurants; shopping in the Avenue de Montagne in Paris; buying a pair of Louboutin for the 18th birthday of your daughter; or enroll your youngest in the best private schools, if you say things like “he will going to come” and not even wash your hands when you go to the bathroom.

45 comentários:

  1. Touché R. Touché!
    E "vai ir" também deve constar desse repertório.
    (o meu A., por trabalhar com espanhóis, atira-me esta pérola, de quando em quando... Até me arrepio)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Indeed. ;-) Realmente corremos o risco de trazer para a nossa língua um trejeito que em Castelhano se usa imenso. Mas lá está, nem nuestros hermanos usam isso com todos os verbos.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Agora imagina-te a ouvir isto o dia todo. Nem sei como ainda não me deixei contagiar... :-S

      Eliminar
  3. Nem mais!
    A verdade é que muita gente confunde o Ter com o Ser.Vivem de aparência, mas depois quando abrem a boca, por vezes até dá pena....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, realmente. Porque lá está, se há coisa que o dinheiro não compra é a boa formação das pessoas (a todos os níveis). Por isso havemos sempre de ver pessoas com uma literacia fora do comum, a viver com baixos rendimentos, e outras que ostentam imenso, mas que mal sabem escrever e ler.

      Eliminar
  4. O dinheiro não compra tudo e é pena ver que quem o tem não aplicar em educação. Claro que há coisas que já têm de nascer connosco ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se as pessoas nascerem pelo menos com vontade de quererem ser melhores do que elas próprias, talvez parem de quando em vez para se escutarem, e percebam que estão a dizer besteira.

      Eliminar
  5. Estavam 3 homens no wc: um inglês, um francês e um português.
    O inglês acaba de fazer xixi, vai ao lavatório e diz: "No meu país, sempre me ensinaram a lavar as mãos depois de urinar."
    O francês acaba, vai até ao lavatorio e diz: "No meu país, sempre me ensinaram a lavar as mãos DUAS vezes depois de urinar."
    Nisto acaba o português, dirige-se para a porta e diz: "No meu país, sempre me ensinaram a não mijar para as mãos.."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é velhinha, Mustache. Mas vá, até tem a sua graça. Não se trata de fazer para as mãos (e com as mulheres isto ainda se aplica menos), mas caramba!!!, custa assim tanto lavar as mãos depois? (E nem comento quando num shopping vejo as lojistas da restauração a sair do WC sem lavar as mãos. Porque só de pensar que de seguida vão servir refeições... uiiiiiiii, que arrepio na espinha! :-P)

      Eliminar
  6. Muito verdade...por vezes essa gente é a que tem menos educação...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até podem ter tido educação, mas não a tomaram devidamente. :-P

      Eliminar
  7. Quem fala assim não é gago! Inteiramente de acordo...pena que haja tanta gente que não entende isso!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho por hábito gaguejar, não senhora, Maria. Já dei por mim a corrigir a sua oralidade, e a questionar «lavaste as mãos?» quando a vi sair do WC!!! Tenho o coração e o cérebro muito ao pé da boca. Quando me lembro que se calhar não devia ter dito... já disse. :-P

      Eliminar
  8. pois, mas o problema é estar sempre a falhar no mesmo :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O dinheiro pode disfarçar muita coisas, mas não "tapa" tudo. ;-)

      Eliminar
  9. Se calhar são reminiscências da língua francesa não (il va venir)? Parte da minha família diz coisas assim ;)
    Pior é mesmo não lavar as mãos, credo. Mas há moooontes de gente que não o faz. Já pensaram na quantidade de gente a quem apertamos a mão e que não tem esse hábito tão básico? Blhec
    (prefiro ter a mania de lavar muitas vezes as mãos)
    Há gente assim, toda coiso e tal, mas depois há pormenores que borram a pintura toda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, vou ser muito sincero! Eu depois de ir fazer um xixi, passo as mãos por água, mas é só por uma questão de habito.. Eu acordo de manha, tomo banho, visto roupa lavada (inclusive interior), e vou à minha vida.. Da primeira vez que tiver que ir fazer um xixi, tendo em conta que nao salpico as mãos, porque é que tenho que lavar as mãos?! O que eu faço sempre, é lavar as mãos, ANTES de agarrar no meu irmão mais novo.. Claro que se for o #2, aí sim, convém lavar bem as mãos..

      Eliminar
    2. Mustache a encantar-nos com pormenores :D
      Antes falhar por excesso que por defeito, Mustache! Mas por acaso, diz que sim, que é especialmente indicado lavar ANTES, eheh

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. porque tipo... aquilo não tá sujo.. tá sempre guardado e protegido dos microbios.. já as mãos, é que estão sempre a apanhar porcarias...

      Mas para vossa informação, e para nunca mais apertarem a mão a ninguém na vossa vida, fiquem a saber que durante cada ano, em média, apertam a mão a 6 pessoas que se masturbaram e que não as lavaram a seguir.. :D

      (o coment anterior tinha erros, por isso apaguei)

      Eliminar
    5. Ora aqui está o meu tema preferido: apertos de mãos!!!! Blarghhhhhhhhhhhhhhh... Eu penso nisso todos os dias, Wallis. Aliás, na minha profissão tenho de o fazer, mas se puder evitar, evito. Mas tenho carradas de frascos de álcool e desinfectante nas gavetas da minha secretária, para quando tem mesmo de ser. E quando as mãos alheias estão húmidas??? É ver a R. correr para o WC a lavar bem até aos cotovelos. Soma isto ao facto de não tocar em maçanetas de portas, e ficas a pensar que sofro de POC. Não é obsessão; é antes ser intransigente com hábitos de higiene que não reconheço a toda a gente.

      Mustache (thanks for the visual), também concordo com a lavagem antes. Eu faço-o sempre antes e depois. Antes, porque como tu mesmo dizes, as mãos trazem sujidade. Mas depois também é necessário, porque invariavelmente acabas por mexer em coisas, mesmo que seja no próprio autoclismo (nunca pensei escrever esta palavra no meu blog). É nojento, sim? E se pensarmos que nos devemos higienizar para o bem da saúde pública, vamos sempre pensar que os outros também o devem fazer, né?

      Um dia escrevo um post mais alargado sobre esta matéria, até porque (Mustache!) também tenho uma estatística interessante que fundamenta bem este nojinho que tenho em que outras pessoas entrem no meu campo de actuação. ;-)

      Eliminar
    6. Também lavo sempre as mãos antes e depois de ir ao wc.
      E trago sempre toalhitas desinfectantes becóse tenho nojo de maçanetas e daquelas barras de ferro ou apoios de bancos em transportes públicos :)

      Eliminar
    7. Walliiiiiiiiiiiiiiiiiiiis... somos gémeas na nojice. :-P

      Eliminar
    8. Yah, se há coisa que ne faz confusão é apertar a mão a malta que transpira bue delas!!! Conheço uns quantos que são assim, e aproveito o facto de serem do benfica para eu dizer "não cumprimento gajos do benfica hoje" e lá me vou safando! :)

      E claro, há quem se preocupe muito em lavar as mãos depois, e até se esquece que depois as vai meter numa maçaneta onde tá a haver uma rave de bactérias! :)

      Eliminar
    9. Oh Mustache, e acabar de lavar as mãos e mexer na torneira para a fechar, para logo a seguir tocar na maçaneta para abrir a porta?? Pérolas quotidianas. :-P
      Por acaso eu tenho bastante consciência destas coisas (antes não tivesse, era menos nojentinha), por isso toda a conduta pós higienização é bastante cuidada. ;-)

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Tirando a parte triste da coisa, sim!, até tem alguma graça. :-)

      Eliminar
  11. Pois, perde todas as qualidades com esses pequenos defeitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maioria das pessoas não reconhece estes "senãos" como defeitos, pelo que ela continuará a ser senhor de bem, e de boas famílias. :-//

      Eliminar
  12. Sem dúvida, admito que às vezes tenho falhas no discurso mas também sei que não são frequentes mas quando oiço alguma coisa mesmo sem sentido eu aviso logo a pessoa, faz-me imensa confusão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu passo a minha vida a ironizar quando escuto esta pérola, mas não vale a pena. Como ela mesma diz, «já vai da pessoa». :-D

      Eliminar
  13. Respostas
    1. Resumidinho, vá, mas sim!, com o cerne da questão bem visual.

      Eliminar
  14. O dinheiro não compra tudo, não =)

    Também às vezes me falha a memória em relação a escrever certas palavras, mas também não sou rica por isso lol :P

    Ahhhh! Mas as mãos são lavadas 50 vezes ao dia =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cláudia, não é tanto não ter memória para saber escrever, porque isso acontece a todos, mesmo aos melhores leitores. Mas há pequenos trejeitos da oralidade que são perfeitamente escusados. Com respeito a isto do "vai vir" ou "vai ir", até havia um anúncio dos Gato Fedorento a gozar. Será que nem a ver na TV as pessoas percebem que está mal?

      Eliminar
  15. bem metida lolol
    bjs*

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que percebi em comentários anteriores, ITK, és bom leitor. Se tiveres bons hábitos a este nível, talvez não resvales na oralidade como os ditos que te pagam ao fim do mês (quantos bosses tens?).

      Eliminar
  17. Ui...dá-me um arrepio quando me deparo com coisas dessas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, a mim também. E porque tenho convivência diária com o género, conheço bem a espécie.

      Eliminar
  18. Ainda este dia ouvi dizer que no meu trabalho há muitos clientes doutores e engenheiros mas que seguramente eu sou mais instruída academicamente do que eles... está bem. A verdade é que sou eu a servi-los, portanto não sei realmente de que lado preferia estar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há lados, Mary. Somos todos iguais. Canudos à parte...

      Eliminar