17 de fevereiro de 2013

Quem manda aqui? | Who's the boss here?

Já por aqui confidenciei ter tido um eu internauta anterior, com o qual me vagueei pelo blogger entre 2003 e 2007. Na altura a seriedade de um emprego chato e mentalmente castrante (que por sinal ainda é o meu ganha-pão da actualidade) venceram a minha ânsia de blogar, tendo deixado um post de encerramento (que não tinha essa intenção) em 24 de Junho, com um curioso título sobre o silêncio (do qual fui vítima na altura, por uma paralisia das cordas vocais). 59 anos antes, na mesma data, uma efeméride semelhante tinha também início: o Bloqueio de Berlim.

2061 dias se passaram (bem menos do que o que demorou a reabertura da fronteira entre este e oeste) até reaparecer com expressa vontade de por aqui recuperar o júbilo pela partilha (toma lá, Facebook). Como é óbvio, isto só valerá a pena se por aí encontrar pessoas com vontade de o fazer comigo. Pessoas que vão deixando feedback, e tal, que me vão fazendo sentir que não estou a escrever para o galheiro. Mas sim, também sei que isso vem com o tempo.

Durante aqueles anos em que bloguei sem freio havia alguém que “roubava” todas as atenções, alguém a quem bastava aparecer a respirar para obter centenas de comentários, exegeses, dissertações, etc. e tal. Pelo que percebi esse alguém já não se encontra activo nestas lides, pelo que sou impelida a questionar: quem manda na blogosfera na actualidade? Estará o poder centralizado, ou entretanto por cá deu-se a regionalização?




I’ve already written here that I’ve had a previous net surfer me, with which I wandered through blogger between 2003 and 2007. By that time, the seriousness of a boring and mentally castrating job (which, by the way, is still my breadwinner nowadays) overcame my urge to keep blogging, and I left a closure post (which had no such intention) on June 24th, with a curious title about silence (I was a victim of vocal cords paralysis). 59 years before, on that same date, another ephemeris had also begun: the Berlin Blockade.

2061 days have passed (much less than what it took to reopen the border between east and west) until my reappearance with an express desire to recover the joy about sharing (in your face, Facebook). Obviously, this is only worth it if I find people willing to do it with me. People who give me feedback, and so on, who make me feel I'm not writing to the drain. But yes, I also know that this comes with time.

By the time I blogged without brakes there was someone "stealing" all the attentions, someone who would just appear breathing to get hundreds of comments, exegeses, dissertations, and so on, and so on. As far as I know, that someone is no longer active in the blogosphere, thereupon I am compelled to ask: who's the boss in the blogosphere today? Is there a centralized power, or regionalization has taken place meanwhile?

8 comentários:

  1. Nao sei bem responder a tua pergunta, mas tens os Blogs tipo Pipoca que ja se profissionalizaram e depois tens toda uma blogosfera cheia de pessoas com quem certamente teras oportunidade de partilhar o dia a dia. Esses para mim sao os melhores blogs :)

    Welcome back.

    desculpa a falta de acentos... virus :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, Sue.

      Já conheço o blog da Pipoca, mas esse actua mais especificamente na moda. Existem mais 2 ou 3, na mesma área, e com (quase) o mesmo sucesso.

      Mas é isso mesmo que me incomoda: será que agora os blogs de sucesso têm de passar pela roupa, pela maquilhagem, pelos cupcakes e afins? E os generalistas?

      É caso para dizer que no meu tempo ñ era nada disto... :-P

      Eliminar
    2. Generalistas, é uma questão de andares atenta e rapidamente vais perceber quais os que te interessam. Mas acho que não há um que dite as regras, mas acho tb que há circulos de blogues...

      Eliminar
    3. Estava a esquecer-me que algumas figuras mantêm blogs, e que por força do poder da comunicação, são e continuarão a ser os mais visitados. Talvez não haja na actualidade um blogger anónimo capaz de arrastar autênticas massas à sua página. Não sei dizer se isso é bom, se é mau.

      Círculos? Sempre os houve, sempre os haverá. E agora fico eu a sentir-me como uma espécie de new comer sem amigos e à procura de um (bocadinho) de atenção. :-)))

      Eliminar
    4. Ohh nao tarda muito ja tens o teu circulo de blogs, alias... ja vamos aqui numa grande conversa ;)

      Bjs

      Eliminar
    5. É verdade, é verdade. Gostava então que te mantivesses por perto. Quem sabe não podemos começar aqui também um pequenino círculo? ;-)

      Eliminar
  2. Não sei quem manda na blogosfera.
    Cheguei aqui seguindo o link num comentário e porque gostei do que li, vou tornar-me seguidora para incentivar a continuação do blog. Por isso bem-vinda de volta à blogosfera!
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ena, ena, obrigada, Gábi. Aparece sempre que quiseres. ;-)

      Eliminar